Slide item 1
Notícias

Docente da UniLúrio e cientistas brasileiros desenvolvem o primeiro estudo que demonstra o potencial preditivo da proteína TREM-1 solúvel na mortalidade em pacientes HIV/SIDA

Um docente da Univesidade Lúrio integra um grupo de cientistas brasileiros que acabam de desenvolver o primeiro estudo no mundo que demonstra o potencial preditivo da proteína da célula Mielóide 1 (TREM-1) solúvel na mortalidade em pacientes HIV/SIDA.

Trata-se de João Viriato Mazalo quadro da Univesidade Lúrio afecto na Faculdade de Ciências de Saúde. A nova descoberta encontra-se contida numa dissertação de Mestrado em Ciências de Saúde, Linha – Pesquisa Clínica e Saúde Pública subordinado ao tema: Proteína TREM-1 solúvel como preditor de mortalidade em pacientes HIV/SIDA  internados: uma coorte prospectiva.

O trabalho a que tivemos acesso sustenta que no mundo “ainda não se conhecia o potencial preditivo da proteína sTREM-1 na mortalidade em pacientes HIV. Partindo desse pressuposto, realizou-se um estudo de coorte prospectivo em pacientes maiores de 18 anos internados na Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT – HVD) no estado do Amazonas - Brasil, com o objectivo de avaliar pela primeira vez o potencial preditivo da proteína sTREM-1 na mortalidade em pacientes HIV/SIDA”.

É a primeira vez que um estudo demostra que os níveis séricos altos do sTREM-1 estão relacionados com o maior risco de mortalidade em pacientes HIV, sugerindo que para além das concentrações altas do sTREM-1 serem um prognóstico para gravidade da doença e mortalidade, podem também ser úteis para o monitoramento de casos de HIV, tendo em conta que as concentrações podem indicar a evolução do quadro clínico.

Recorde-se que a pesquisa foi possível graças ao financiamento da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e apoio dos cientistas brasileiros que fazem parte do Programa Nacional de Cooperação Acadêmica na Amazônia (PROCAD).

O docente João Viriato Mazalo explicou  que “um dos principais obstáculos para alcançar a cura do HIV em indivíduos infectados, são os reservatórios virais, responsáveis pelo rebote viral em indivíduos que interrompem a terapia antirretroviral (TARV). Portanto, considerando que o macrófago é um reservatório viral, e activação do TREM-1 prolonga a sobrevivência dos macrófagos, então o bloqueio do TREM-1 pode ser um novo alvo terapêutico para eliminar os reservatórios do HIV” disse, acrescentando que “há necessidade de realizar posteriores estudos com objectivo de “Investigar o TREM-1 solúvel como um potencial novo alvo terapêutico para eliminar os reservatórios do HIV”.

João Viriato Mazalo é docente do curso de optometria na FCS.

Contacte-nos

Campus de Marrere

  • Endereço: Bairro de Marrere, R. nr. 4250, Km 2,3 - Nampula
  • Telefone: +25826218250
  • Email: info@unilurio.ac.mz
wowcappadocia.com

Saiba como chegar

united luxury shop
Top
bahigo canlı bahis güvenilir bahis siteleri kaçak bahis siteleri betist 1xbet asyabahis betebet betgaranti betlike betvole ligobet pinbahis polobet verabet
marsbahis marsbahis marsbahis marsbahis
hacklink al hd film izle php shell indir siber güvenlik türkçe anime izle Fethiye Escort Fethiye Escort Marmaris Escort fud crypter wordpress nulled themes