Slide item 1
Notícias

UniLúrio gradua duzentos e seis estudantes das FCS e FAPF

Numa altura em que celebra o 11ºAniversário de sua existência, a Universidade Lúrio (UniLúrio) graduou na passada sexta-feira, 29 de Junho, duzentos e seis estudantes das Faculdades de Ciências de Saúde (FCS) e de Arquitectura e Planeamento Físico (FAPF), no Campus Universitário de Marrere, em Nampula.

Em sua 4ª cerimónia de graduação, a FAPF lança para o mercado de emprego 21 profissionais de Arquitectura e Planeamento Físico, sendo dezoito homens e três mulheres, número que ainda desafia a universidade no que tange a componente género no ensino superior, embora a melhor estudante tenha sido do sexo feminino.

Para a FCS, a mais antiga Faculdade da UniLúrio, tratava-se da 7a Cerimónia de Graduação, tendo colocado no mercado de trabalho 185 estudantes, dos quais 19 do curso de Enfermagem, 23 de Medicina Dentária, 27 de Medicina, 44 de Nutrição, 32 de Farmácia, 26 de Optometria, 3 de Mestrado em Medicina Tropical e Saúde Internacional, 1 de Mestrado em Nutrição e Segurança Alimentar – Tecnologia de Alimentos, 4 de Mestrado em Nutrição e Segurança Alimentar – Nutrição Clínica e 6 de Mestrado em Educação em Ciências de Saúde. Desse total, 108 são homens, contra 80 mulheres.

Nesse universo de 100% dos graduados, 61,1% são homens, enquanto 38,9% corresponde as mulheres. É importante realçar que o maior número dos graduados, 99 correspondentes a 48,06%, é proveniente da província de Nampula.

   

O Magnífico Reitor, Prof. Doutor Francisco Noa, na sua intervenção, falando à comunidade universitária, particularmente para os récem-graduados, disse que aquele era “um momento em que não nos pode fazer esquecer dos enormes sacrifícios feitos por cada um dos graduados e pelas respectivas famílias”. Para além de ter desafiado aos estudantes a olharem, positivamente, para o seu percurso depois da universidade, de modo a serem profissionais de excelência.

O Magnífico Reitor voltou no tempo para lembrar que desde 2012 a UniLúrio graduou num total de 1516 estudantes, facto que revela o compromisso e o esforço realizado pela instituição no sentido de contribuir para o desenvolvimento do país, oferecendo recursos humanos de qualidade para as diferentes áreas de actividade.

Olhando para a qualidade de ensino, o Prof. Francisco Noa disse que a UniLúrio tem feito esforços para responder às exigências do mercado de trabalho. Embora as adversidades enfrentadas, a Universidade tem mantido o seu foco, o de uma instituição que fornece excelência em todas as perspectivas. A título de exemplo, Noa mencionou os recentes Exames de Certificação para o exercício da Carreira de Médicos de Moçambique, nos quais a universidade granjeou resultados gratificantes, cuja melhoria foi abismal. E, no âmbito da responsabilidade social, o Prof. diz que a UniLúrio continua a velar pelo bem-estar das comunidades, “facto muito patente na missão abraçada pela área de saúde” e foca como exemplo o “Projecto Comunidade Alerta para um Hospital de Prontidão, financiado pelo Canadá”. Com esse projecto foi possível reabilitar e equipar uma nova sala de cirurgia no Hospital Geral de Marrere e espera-se que nos próximos dias se faça a entrega de seis moto-ambulâncias que irão facilitar o transporte e acesso atempado aos cuidados de saúde materno-infantil à comunidade do Posto Administrativo de Natikiri.

Como forma de tornar a universidade mais dinâmica, o Prof. Doutor Francisco Noa deu a conhecer o plano da universidade no alargamento de oferta de diferentes serviços de saúde, que se materializa com a instalação do Centro de saúde no Campus de Marrere e da Clínica Dentária da UniLúrio, inaugurada no ano passado. Além disso, conta com a montagem, ainda por terminar, de serviço de atendimento clínico na componente de óptica. Realçar que ela resulta de um memorando de entendimento assinado entre a UniLúrio e a MozVisão. Também conta com a futura inauguração das instalações da Farmácia Comunitária (UNIFACO), no Campus Universitário de Marrere.

Ao longo do seu discurso, sem se esquecer da importância estratégica dos parceiros, dentro e fora do país, que têm permitido tanto o fortalecimento institucional, a elevação da qualidade, bem como a viabilização de actividades da instituição a diferentes níveis (ensino, pesquisa e relações com as comunidades e o mercado de trabalho), o Magnífico Reitor não deixou de mencionar o facto de a universidade assegurar, não só a sua sustentabilidade, mas também o seu crescimento e desenvolvimento.

 Aos graduados, Francisco Noa desafiou a massificarem e disseminarem o conhecimento e que tenham felicidades e êxitos na vida profissional, pessoal e familiar. Mas ao mesmo tempo, lembrou-os da necessidade de fazerem valer o juramento feito aquando da sua graduação, para que sejam profissionais exemplares que dignifiquem o bom nome da UniLúrio, sobretudo o conhecimento que lhes foi proporcionado durante o processo de ensino e aprendizagem.

   

Jufrique Bila, que recentemente cessou as funções de presidente da Associação dos Estudantes da Universidade Lúrio (AEUL), falando na voz dos graduados, reconheceu as diversas dificuldades enfrentadas durante todo o processo de aprendizagem. Em contrapartida fez menção à ajuda dos docentes que proporcionaram o aprendizado e permitiram a obtenção de uma formação de qualidade para melhor servir a sociedade agora e no futuro. Ao terminar o seu discurso Bila, muito emocionado, disse “A saída da UniLúrio não nos tira o facto de sermos Unilurianos, assim como uma mãe não deixa de ser mãe porque o seu filho saiu de casa”. Acrescentou ainda, que “sonho em seguir com meus sonhos, a nível pessoal, familiar e profissional”.

Os Graduados e a Tuna Académica da UniLúrio entoaram, na ocasião, a canção “É fase de olhar atrás” que retrata o percurso, batalhas enfrentadas pelos estudantes em todo o processo de ensino e aprendizagem, som que clareou a euforia de todo os graduados pela conquista alcançada. Para além da canção a cerimónia foi abrilhantada por peças teatrais, poemas e músicas que retratavam um pouco da trajectória dos graduados.

Alusivo a celebração do 11º Aniversário da UniLúrio, a instituição premiou os melhores Docentes e Corpo Técnico Administrativo (CTA) das duas Faculdades, que contribuíram na formação dos novos profissionais lançados para o mercado de trabalho. Trata-se de Lurdes Bonifácio, Docente do curso de Licenciatura em Medicina Dentária, Jaime Aguacheiro, Docente de Licenciatura em Arquitectura e Planeamento Físico. Dos CTA’s está o Graciano Carlos, da FCS, e Stefan Salador, da FAPF. Ainda na senda das premiações, foram distribuídos Diplomas de Mérito a nove estudantes que se destacaram nos diversos cursos oferecidos pelas duas faculdades.

Num momento cultural, a Banda Militar, ao som da trombeta, baterias, saxofone e na orientação do mestre de cerimónia, abrilhantou a graduação em ritmos contagiantes de alegria e de tamanho gáudio.

   

Durante a cerimónia, os estudantes de licenciatura em nutrição declamaram o poema “Sou vencedor” que, de forma eufórica e humorística, retratou as brincadeiras, aprendizagens e dos momentos que os estudantes passaram durante o percurso estudantil.

Contacte-nos

Campus de Marrere

  • Endereço: Bairro de Marrere, R. nr. 4250, Km 2,3 - Nampula
  • Telefone: +25826218250
  • Email: info@unilurio.ac.mz
wowcappadocia.com

Saiba como chegar

united luxury shop
Top
bahigo canlı bahis güvenilir bahis siteleri kaçak bahis siteleri betist 1xbet asyabahis betebet betgaranti betlike betvole ligobet pinbahis polobet verabet
marsbahis marsbahis marsbahis marsbahis
pusulabetguncelgiris.com
hacklink al hd film izle php shell indir siber güvenlik türkçe anime izle Fethiye Escort android rat duşakabin fiyatları fud crypter hack forum wordpress nulled themes