Slide item 1
Notícias

Nos próximos dez anos na UniLúrio, o Plano Estratégico deve ser um elemento estabilizador

Volvidos 13 anos desde a sua entrada em funcionamento, a Universidade Lúrio (UniLúrio) a partir das diferentes unidades orgânicas deve criar uma política de manutenção e estabilização através dos planos estratégicos. A nova Reitora da UniLúrio em Nampula diz que é chegada a hora de estabelecer uma estabilidade institucional, apostando na normação e regulamentação.
Leda Florinda Hugo que se encontra de visita desde o dia 26 do mês em curso à Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) na Ilha de Moçambique entende, que a UniLúrio encontra-se agora num terceiro estágio, onde precisa de manter, continuar, descontinuar e até, mesmo consolidar algumas acções iniciadas nos primeiros dois planos estratégicos (2007-2012 e 2016-2020). Na óptica da 3a Reitora, da 1a Instituição de Ensino Superior Pública com a sua Sede fora da Cidade de Maputo, o mais importante neste momento é garantir o funcionamento normal, recorrendo os instrumentos normativos e regulamentares que foram elaborados durante os últimos dois estágios anteriores de implementação da universidade.
“O primeiro estágio da universidade foi o de implantação e nesse período os desafios eram vários. O segundo estagio que coincide com o segundo plano estratégico 2016-2020, era de consolidação, que se caracterizou pela criação de novas unidades orgânicas e novos cursos, entre outros”, disse a dirigente, pedindo o envolvimento de toda a comunidade académica da universidade no processo de elaboração do Plano estratégico 20/31 para um horizonte temporal de dez anos.
“O Plano Estratégico da Universidade deve transcender o mandato de um reitor que é de cinco anos. Não deve ser plano de um reitor, mas sim de uma instituição” disse e continuou “ Temos que sonhar. A única coisa que pode nos limitar deve ser a nossa imaginação”
Capacitar-se para a investigação, onde esta alimenta a docência e a extensão; Ser selectivo na procura de parceiros, garantindo ganhos para ambos os lados; Valorizar a autonomia e a soberania em todos os momentos da Universidade, são alguns dos desafios apontados pela nova timoneira da UniLúrio no encontro com os funcionários da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas na Ilha de Moçambique.
Leda Hugo aponta outros desafios que de agora em diante passam a fazer parte das universidades, nomeadamente a governação descentralizada. “ Temos que iniciar os modelos de articulação entre a universidade e a Secretaria do Estado, a quem passamos a subordinar-se”
A Reitora disse que, para atingir os seus resultados na Universidade, sonha igualmente, em ter uma grande equipa de trabalho, por isso endereçou convites para que todos se sintam parte desses desafios.
A visita da magnífica Reitora à FCSH terminou na passada quarta-feira (28) e priorizou entre outras actividades, encontros com a comunidade académica da Faculdade, para além de cortesias com as estruturas governativas locais.

Contacte-nos

Campus de Marrere

  • Endereço: Bairro de Marrere, R. nr. 4250, Km 2,3 - Nampula
  • Telefone: +25826218250
  • Email: info@unilurio.ac.mz
wowcappadocia.com

Saiba como chegar

united luxury shop
Top
bahigo canlı bahis güvenilir bahis siteleri kaçak bahis siteleri betist 1xbet asyabahis betebet betgaranti betlike betvole ligobet pinbahis polobet verabet
marsbahis marsbahis marsbahis marsbahis
hacklink al hd film izle php shell indir siber güvenlik türkçe anime izle Fethiye Escort Fethiye Escort Marmaris Escort android rat istanbul duşakabin fud crypter hack forum wordpress nulled themes